segunda-feira, janeiro 17, 2011

Angeiras e o Portinho

Na semana passada foi mais uma vez notícia o Portinho de Angeiras, que já é notícia há uns 20 anos, quando os pescadores de Lavra sentiram necessidade de melhorar as suas condições de trabalho. A exigência tem tantos anos como a promessa.

Por fim, no dia 12 de Janeiro de 2011, o sr. Presidente da Câmara, Guilherme Pinto, do PS, veio a público dizer não que o Portinho de Angeiras vai ser construído neste ano, mas sim que o concurso DEVERÁ ser lançado neste ano.

É uma notícia? Talvez. Certamente que foi coincidência a notícia ter sido plantada uns dias antes de Manuel Alegre, candidato socialista-bloquista-MRPPista, visitar Angeiras. Porque aqui, no socialistão, candidato do PS que não veja peixeiras não é candidato, e mais vale jogar pelo seguro. É que a lota passou a ser lugar de campanha proibitivo desde há uns anos.

Este é um assunto que, a haver vergonha no ninho socialista, nem sequer vinha à baila. Desde o tempo de Narciso, pelo menos. Ao contrário, outros não desarmam, como se comprova aqui, aqui e aqui.

Às tantas, o problema está mesmo em Angeiras, que quer um Portinho. Se quisesse um wiskyzinho, tenho para mim que o problema estava resolvido há muito tempo.

2 comentários:

Jose Castro disse...

Tinha deixado de ler o seu blog depois de ter censurado um comentario meu sobre uma avaliacao que fez e que foi, comentei, infeliz e infantil. Ainda por cima quando nao se descurava e perdia tempo a publicar os mais lisongeiros.
Em todo o caso apareceu-me agora via telemovel e nao posso deixar de emitir opiniao, alias em sintonia com o facebook do Narciso.
Manuel Alegre tem muito a perder com a colagem deste socialismo. Todos os independentes que o apoiaram e os de esquerda que nao se reveem em quakquer partido presente estao a ser defraudados. Pintos, Salgueiros, Seabras e Sampaios sao a vergonha do socialismo democratico...e Alegre sabe-o mais que ninguem.
Quem perde? Os de esquerda, todos, inclusive comunistas pelas obvias razoes. Outros tempos em que a esquerda se reunia em torno de um presidente realmente de causas e valores sociais.

rms disse...

O José Castro deve estar enganado. Neste blog os comentários não são submetidos a aprovação.